EXS ORTHOPAEDICS

A EXS tem também como objetivo aproximar cada vez mais áreas que, na nossa perspectiva, são indissociáveis: Médica, Fisioterapia, Osteopatia e Exercício Físico.
A EXS criou e desenvolveu o EXS ORTHOPAEDICS que se encontra dividido em 4 módulos independentes e por regiões articulares: SPINE, SHOULDER, HIP and KNEE.
Esta formação não obriga à frequência de outro módulo da formação da EXS nem a nenhuma ordem específica. Assim, o formador poderá escolher que módulo pretende frequentar.
O EXS ORTHOPAEDICS pertence à Formação Complementar, que assenta numa perspetiva lesada?? sobre a visão “clínica” e “específica” da coluna, ombro, anca e joelho. Com esta formação pretendemos cimentar a credibilidade junto da comunidade médica, e no mercado do Fitness em geral, ganhando maior notoriedade e atribuindo mais valor ao profissional de Exercício e Saúde.
São diversas as patologias Ortopédicas que invadem a nossa sociedade. Por isso, impera a necessidade de um conhecimento específico e aprofundado dessas mesmas lesões para uma melhor resposta dos profissionais de Exercício e Saúde.
Na parte da manhã o módulo é leccionado pelo nosso parceiro na área de Medicina Ortopédica – o médico Cirurgião Ortopedista, DR. Rui Pereira. Com esta formação pretendemos transmitir uma imagem mais clara do tipo de alterações Ortopédicas das lesões, quais e como se procedem as intervenções médico-cirúrgicas mais recorrentes.
Na parte da tarde, uma abordagem exclusivamente técnica, nomeadamente nos condicionantes a ter na prescrição de treino nessas patologias. O nosso formador EXS, Samuel Corredoura, será o responsável por esta segunda parte.
Entendemos que é fundamental que os profissionais de exercício e saúde/reabilitação/treino conheçam os tipos de intervenções mais comuns, nomeadamente a forma de procedimento, como poderá ser afetada a estrutura articular e muscular, e que decisão tomar no decorrer da sua evolução.
O respeito pela PERFORMANCE INTERNA em todo o processo, desde a prevenção, intervenção cirúrgica, reabilitação e treino, tornará tudo mais claro e lógico. Este é um melhor caminho a restabelecer na atividade muscular ativa, de forma orientada e personalizada (A PERFORMANCE INTERNA). Garantidamente, uma abordagem mais ativa e imprescindível para que, com o desenrolar deste processo, os clientes/pacientes fiquem mais estáveis, controlados, seguros e confiantes para o seu desafio

A instabilidade é fulcral na etiopatogenia da coluna. Compreender as suas principais afecções e intervenções cirúrgicas irá munir o PT de ferramentas essenciais para a prevenção e reabilitação do cliente.

A articulação mais complexa do corpo humano baseia a sua extraordinária capacidade funcional em estruturas dinâmicas e estáticas cujo equilíbrio é essencial. O treino dirigido tem um papel preponderante no tratamento da sua vasta patologia.

Desenhada como um eixo através do qual os maiores grupos musculares da nossa anatomia exercem a sua função. Apenas o conhecimento das lesões e terapêutica inerentes fornecerá ao PT o verdadeiro potencial de reabilitação.

Esta é a articulação onde é mais prevalente a patologia desportiva. A adequação da intervenção do PT é enriquecida pelo conhecimento da sua patologia e necessidades criadas pelos procedimentos cirúrgicos